Imprima esse post .
DESÂNIMO

Abraão, um dos grandes heróis da fé, perdeu seu arrimo em Deus e ficou tão desanimado que recorreu ao subterfúgio e à mentira. Davi, homem que vivia segundo o coração de Deus, encontrou-se certa vez tão desalentado que bradou: “Ora ainda algum dia perecerei pela mão de Saul”. Elias, aquele homem de Deus capaz de fechar e abrir os céus, um dia se lançou em terra e desejou a morte. Sim, mesmo aqueles gigantes da Palavra de Deus experimentaram tempos de desapontamento e desânimo, por causa do ‘caminho”.

O desânimo é um dos instrumentos mais eficientes de Satanás. Conta-se a história de que um dia Satanás, estando à beira da bancarrota, expôs à venda todos os seus instrumentos de tentação. Um pequeno objeto, em forma de cunha, tinha o preço mais alto. Quando lhe perguntaram o que continha, Satanás respondeu: “Este é o desânimo. Quando consigo introduzi-lo no coração do cristão, sei que em breve o terei ao meu lado”. O preço era tão elevado que Satanás ainda tem consigo o pequeno instrumento em forma de cunha, e dele se serve em sua atividade no coração dos homens.


Veja Mais:

08 / 07 / 2016 - APRENDENDO COM OS ERROS

07 / 07 / 2016 - VITÓRIA ETERNA – Paulo Barbosa

06 / 07 / 2016 - A FÉ DA LIBERDADE – Burrows

05 / 07 / 2016 - FALTA UM TESTEMUNHO (M.G. Pearse)

04 / 07 / 2016 - GRANDES IDEIAS

01 / 07 / 2016 - A PERSISTÊNCIA RECOMPENSADA

29 / 06 / 2016 - HERANÇA INCORRUPTÍVEL

28 / 06 / 2016 - DESÂNIMO

27 / 06 / 2016 - O DENTISTA

26 / 06 / 2016 - EM CIMA DO MURO

Deixe seu comentário





(*)campos obrigatórios.

Publicidade Externa Google
PRA MARISANGELA ROCHA I PRA MÔNICA CRISTINA I PR CÉSAR CARVALHO I PR RODRIGO LOURENÇO