Debate 93

12 Ago

Existem limites para ajudar o próximo?

Uma ouvinte por e-mail

Sempre gostei de ajudar as pessoas. Já retirei mendigo da rua e dei emprego, peguei uma idosa na rua que havia fugido da família e a devolvi, entre outras coisas. Sinto prazer em ajudar, e não meço esforços. Há mais de um ano socorri um senhor, aguardei o resgate, liguei para a família, dei toda a assistência possível, porém ele faleceu. E agora, a família dele me importuna com perguntas, insinuações, agem como se eu tivesse que dar algo a eles. Toda essa ingratidão me tirou do sério e tomei a decisão de não ajudar a mais ninguém. Estou sendo radical em não querer mais ajudar as pessoas? Na hora de ajudar o próximo existe algum limite? Como discernir a quem devemos ajudar para não sairmos prejudicados? Como lidar com a ingratidão?

OUÇA O DEBATE COMPLETO
  • Rubem César Fernandes

    Rubem César Fernandes

  • Pr Ricardo Pinudo

    Pr Ricardo Pinudo

  • Pr Alexandre Isquierdo

    Pr Alexandre Isquierdo

  • Pra Danielle Queiroz

    Pra Danielle Queiroz

Você acha que a misericórdia de Deus tem fim?

às