NOTÍCIAS / BRASIL

Bolsonaro diz que óleo que atingiu praias do Nordeste não é brasileiro

Manchas atingiram 132 localidades em 61 municípios. Foto: reprodução

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, para tratar do monitoramento da situação das praias do Nordeste.

Manchas de óleo de origem ainda desconhecida atingiram diversas praias do Nordeste desde setembro. Já são mais de 132 locais atingidos.

Depois da reunião, Bolsonaro afirmou que as manchas são examinadas desde o dia 2 de setembro. Ele afirmou que se trata de uma questão complexa e que o óleo não é produzido nem comercializado no Brasil.

De acordo com o presidente, o aparecimento das manchas pode ter origem criminosa ou acidental. De acordo com ele, existe um país “no radar”, mas Bolsonaro não quis dizer qual país.

Mas, segundo reportagem da revista Época, na última semana, um laudo sigiloso encaminhado pela Petrobras ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) levanta hipótese de que é da Venezuela o petróleo que se espalhou em mancha pelo litoral nordestino.

Leia também

às