NOTÍCIAS / BRASIL

Veja formas de ajudar as vítimas das chuvas no RS

Veja formas de ajudar as vítimas das chuvas no RS. Foto: Lauro Alves/Governo do Rio Grande do Sul

Os temporais que atingem o Rio Grande do Sul deixaram um rastro de destruição. O estado decretou estado de calamidade, reconhecido pelo governo federal. Pelo menos 336 cidades estão em estado de calamidade pública; 28 destes municípios estão na lista da Defesa Civil de risco muito alto para inundações. As chuvas geraram alagamentos, deslizamentos de terra, danos em casas, pontes e estradas.

Diante deste caos, autoridades governamentais, instituições e entidades religiosas de todo o país trabalham para ajudar 1,3 milhão pessoas afetadas pela catástrofe.

VEJA COMO CONTRIBUIR:

– IGREJA QUADRANGULAR SANGA FUNDA
A igreja recebe no salão do templo que fica em um bairro afastado do centro de Pelotas, em uma área que não alaga, exclusivamente, crianças e mulheres. Os donativos, como itens de higiene pessoal, água, alimentos, colchões e roupas, podem ser enviados para o endereço central da igreja: Rua Barão da Conceição, nº 351, Centro, Pelotas.

– ONG RIO DREAM CENTER E ILAN CHURCH
O projeto ‘Mãos Solidárias’ recebe doações para ajudar às vítimas do Rio Grande do Sul. As contribuições são um raio de esperança para aqueles que enfrentam os desafios das enchentes. Os templos da Ilan Church no Rio de Janeiro estão recebendo roupas e alimentos não perecíveis. A instituição religiosa também recebe doações por meio do PIX: acaosocial@dreamcenter.rio

– ADRA
A Carreta Solidária da ADRA (Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais) tem oferecido alimentos e lavagem de roupas, prestando apoio aos abrigos públicos que estão acolhendo os desabrigados. Para ajudar esta obra, a chave Pix é: sos@adra.org.br

– ASSEMBLEIA DE DEUS RIO GRANDE DO SUL
A Convenção de Igrejas Evangélicas e Pastores da Assembleia de Deus no Rio Grande do Sul (CIEPADERGS) encabeça uma grande mobilização entre as igrejas Assembleia de Deus do país para ajudar as vítimas das enchentes. A chave Pix é: (51) 99638-6617.

– ASSEMBLEIA DE DEUS LAJEDO
Em nove meses, a Igreja Assembleia de Deus Lajeado foi atingida pela segunda vez pelas águas do rio que passa pela cidade. Além disso, vários membros da igreja perderam todos os seus bens. Para ajudar essas famílias, a chave Pix da igreja: ieadlajeado@hotmail.com.

– IGREJA BRASA
A Igreja Brasa de Porto Alegre tem servido alimentação aos abrigos Emergenciais da Prefeitura e também está recebendo e entregando doações de alimentos, produtos de higiene pessoal e limpeza. Quem puder fazer doações presencialmente o endereço é Av. Dr. Carlos Barbosa, 80. O Pix da igreja: pix@igrejabrasa.com

– IGREJA LAGOINHA
A Igreja Lagoinha Canoas, uma das cidades mais atingidas, está arrecadando alimentos, água, produtos de higiene e roupas de cama. As entregas devem ser enviadas para a Avenida Guilherme Schell, 3466, Bairro Fátima – Canoas. A chave Pix é: lagoinhacanoas.hope@gmail.com

– ZION CHURCH
As igrejas da Zion Church estão recebendo doações de alimentos não perecíveis, água, produtos de higiene pessoal, roupas e cobertores que serão enviados para o Rio Grande do Sul. Além disso, a igreja está recebendo doações via Pix, a chave é: zionemacao@zionchurch.org.br

– HILLSONG SÃO PAULO
O grupo Resposta Imediata, de ações sociais da Hillsong Church, também está envolvido nas ajudas para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Para ajudar esta empreitada, faça suas doações para: respostaimediata@hillsong.com.br

– CONVENÇÃO BASTISTA BRASILEIRA
A Junta de Missões Nacionais, da Convenção Batista Brasileira, recebe doações através do Pix: 33.574.617/0001-70. A igreja pede para que os doadores adicionem R$ 0,01 ao valor da doação para identificação do depósito para o SOS Rio Grande do Sul. Exemplo: R$ 20,01.

– PAZ CHURCH DE PORTO ALEGRE
A Igreja Paz Church da capital gaúcha está servindo de abrigo para famílias e também está recebendo doações. A entrega de alimentos não perecíveis, produtos de higiene, agasalhos e roupas de cama deve ser feita presencialmente na Rua Dom Diogo de Souza, 380, Bairro Cristo Redentor. A chave Pix para doações é: igrejapazpoa@gmail.com

– VISÃO MUNDIAL
A Visão Mundial estima que 15 mil crianças e adolescentes foram impactadas por este desastre, por isso se propõe a entregar Kits de Ternura ao maior número de crianças afetadas. Os kits são formados por materiais como giz, cadernos, lápis, álcool em gel e jogos pedagógicos. Cada kit custa R$ 50,05 e as doações podem ser feitas pela chave Pix: sos@visaomundial.org

– IGREJA PRESBITERIANA
O Conselho de Ação Social da Igreja Presbiteriana do Brasil (CAS/IPB) está arrecadando dinheiro para ajudar irmãos e igrejas que sofreram pelas enchentes. O Pix deve ser feito para: secretariaexecutiva@casipb.com.br

– CÁRITAS BRASILEIRA
A Cáritas Brasileira promove ações de solidariedade nacionais para o atendimento à comunidades afetadas por desastres socioambientais. Quem quiser ajudar as vítimas do Rio Grande do Sul, pode fazer o Pix para: 33654419/0010-07

– AÇÃO DA CIDADANIA
A ‘Ação da Cidadania’ abriu um galpão na Rua da Gamboa, nº 246, na Zona Portuária do Rio, para receber donativos. O ponto de coleta recebe alimentos não perecíveis, água mineral, colchonetes, itens de higiene pessoal e produtos de limpeza. Os materiais podem ser entregues das 8h às 17h.

– SESC
As unidades Sesc de todo o país estão mobilizadas para ajudar as vítimas gaúchas. As contribuições podem ser feitas por meio do Pix: mesabrasil@sesc-rs.com.br

– CORREIOS

Os Correios recebem doações em todas as  agências para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. São mais de 10 mil unidades, em todos os estados e no Distrito Federal. A empresa suspendeu o recebimento de itens de vestuário. Os Correios pedem prioridade nos seguintes itens: água (prioritário), alimentos da cesta básica, produtos de higiene pessoal, material de limpeza seco e ração para pets. Os Correios fazem o transporte gratuito dos donativos. Quem doa, não precisa pagar pelo envio.

Os Correios pedem que o doador embale e identifique o tipo de material, apesar de não ser uma exigência para o transporte. Para uma melhor logística, pedem também que a população do Sudeste e do Sul priorize as doações de água potável. As demais regiões podem dar preferência aos itens secos.

– FORÇA AÉREA BRASILEIRA
A Força Aérea Brasileira (FAB) deu início a uma campanha de coleta de donativos para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. De acordo com a FAB, as maiores necessidades são colchões em bom estado, cobertores, fraldas, absorventes femininos e roupas de cama e frio. Os alimentos perecíveis podem ser acondicionados juntos em formato de cestas básicas montadas para ajudar as pessoas desabrigadas pelas enchentes. As doações precisam estar em condições imediatas de uso, sem danos, limpas e separadas por categorias e podem ser entregues nas bases aéreas do Rio de Janeiro (Galeão), São Paulo ou Brasília, das 8h às 16h, de segunda-feira à sexta-feira.

– MINISTÉRIO LIFE
O Ministério Life está responsável em levantar recursos para a Igreja que está acolhendo e alimentando muita gente. Quem puder, as contribuições podem ser feitas por meio do Pix do Ministério Life: 35546455000191

– CRA-RJ
A sede do Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro é um ponto de arrecadação de doações. É possível doar água potável, roupas e cobertores, alimentos não perecíveis, material de higiene pessoal e de limpeza e rações para cachorros e gatos. As entregas podem ser feitas de segunda a sexta, das 9h às 18h. Os itens arrecadados serão levados diariamente à Base Aérea do Galeão. A sede do CRA-RJ fica na Rua Professor Gabizo, 197, Tijuca, Zona Norte, próximo à estação Afonso Pena do metrô.

– UERJ
A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) é um dos pontos de coleta de doações de mantimentos para socorrer as vítimas do Rio Grande do Sul. Os itens serão encaminhados para a base da Força Aérea Brasileira (FAB), no Galeão, e de lá serão transportados para a região atingida. Água mineral, alimentos não perecíveis, ração para animais, produtos de higiene e de limpeza são os itens mais necessitados. Quem quiser ajudar, pode levar a doação até o campus Maracanã da Uerj, de segunda a sexta, das 6h às 23h, e sábado, das 6h às 18h. O endereço é Rua São Francisco Xavier, 524, e o espaço destinado para a coleta está instalado no hall dos elevadores do Pavilhão João Lyra Filho.

– BANCO DO BRASIL
O Banco do Brasil (BB) abriu um canal para doação de recursos financeiros em prol das vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Em nota, o BB informou que os recursos têm sido usados para a aquisição de alimentos, água potável, kits de higiene e limpeza, bens e utensílios. Os depósitos podem ser feitos por meio de pix (chave pix.enchentesrs@fbb.org.br) ou na conta-corrente 51.000-9, da agência 1607-1.

– PREFEITURA DE MAGÉ (BAIXADA FLUMINENSE)
A prefeitura de Magé, na Baixada Fluminense, ativou diversos locais para recebimentos de doações que serão enviadas para às vítimas da tragédia no Rio Grande do Sul. Todos os pontos de arrecadação funcionam das 9h às 17h.

O que doar:
Água, materiais de limpeza e de higiene (incluindo absorventes), fraldas infantis e geriátricas, alimentos não-perecíveis e rações para os animais resgatados.

Onde doar:
– Ginásio Poliesportivo André Luiz de Paiva Stellet (Rua Waldemar Lima Teixeira – 411, Vila Operária (Vasquinho), Santo Aleixo.
– Ginásio Poliesportivo Edson Alves (Av Roberto Silveira s/nº – Praia do Anil, Mauá).
– Ginásio Poliesportivo Natália Barreiros (Rua Alice, 16 – BNH-Magé)
– Ginásio Poliesportivo Renato Medeiros (Estrada do Goiabal, s/nº – Fragoso)
– Ginásio Poliesportivo Vereador Dejair Corrêa (Rua C, s/nº – Campo da Alegria – Fragoso)
– Escola Municipal Bruno Rodrigues (Estrada da Cachoeira, s/nº – Pau Grande)
– Escola Municipal Ophélia Ribeiro Martins (Av. Isabel de Paula, 174 – Suruí)

– AEROPORTO INTERNACIONAL TOM JOBIM (GALEÃO)

O Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, na ilha do Governador, Zona Norte do Rio, recebe doações para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. As caixas de coleta ficam disponíveis 24 horas ao lado do balcão de informações da área pública de embarque do Terminal 2 e na entrada do prédio administrativo. Os itens de maior urgência são os de higiene pessoal, como pastas e escovas de dente, absorventes, fraldas geriátricas e infantis, sabonetes e papéis higiênicos. 

– CÂMARA DO RIO
Alimentos não perecíveis, água mineral e itens de higiene e limpeza são o foco da campanha Câmara Solidária, no Palácio Pedro Ernesto. Os donativos podem ser entregues de segunda a sexta-feira, entre 9h e 19h. O Palácio Pedro Ernesto fica na Praça Floriano s/n, na Cinelândia.

– SEBRAE RIO
O Sebrae Rio também recolhe doações de alimentos não perecíveis às vítimas das fortes chuvas que devastaram o Rio Grande do Sul. Os itens podem ser deixados, entre 9h e 18h, no escritório do Sebrae Rio. O endereço é Avenida Calógeras, 23, Centro.

– POLÍCIA CIVIL
O objetivo da corporação é arrecadar água, alimentos não-perecíveis, artigos de higiene pessoal e produtos de limpeza. O material arrecadado será entregue pela Polícia Civil à Força Aérea Brasileira, na base do Galeão, na Ilha do Governador. Confira os 11 pontos de coleta espalhados pelo estado do Rio de Janeiro:

Região Metropolitana:
5ª DP (Mem de Sá): Avenida Gomes Freire, nº 320, Centro, Rio de Janeiro
21ª DP (Bonsucesso): Avenida dos Democráticos, nº 1322, Bonsucesso, Rio de Janeiro
Cidade da Polícia (Cidpol): Avenida Dom Hélder Câmara, nº 2066, Jacarezinho
Academia Estadual de Polícia Sylvio Terra (Acadepol): Rua Frei Caneca, nº 163, Centro, Rio de Janeiro
Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Campo Grande: Estrada do Piai, nº 1129, Guaratiba, Rio de Janeiro
76ª DP (Niterói): Avenida Ernani do Amaral Peixoto, s/n, Centro, Niterói

Baixada Fluminense:
52ª DP (Nova Iguaçu): Avenida Governador Amaral Peixoto, nº 950, Centro, Nova Iguaçu
59ª DP (Duque de Caxias): Rua General Dionísio, nº 95, Jardim Vinte e Cinco de Agosto, Duque de Caxias

Interior:
93ª DP (Volta Redonda): Avenida Lucas Evangelista de Oliveira Franco, nº 667, Aterrado, Volta Redonda
134ª DP (Campos dos Goytacazes): Rua Barão de Miracema, nº 231, Centro, Campos dos Goytacazes
105ª DP (Petrópolis): Avenida Barão do Rio Branco, nº 3099, Retiro, Petrópolis

– POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL
A PRF se juntou com outras instituições, que já atuam como pontos de arrecadação de materiais, para receber e encaminhar materiais que possam auxiliar as vítimas do Rio Grande do Sul.
UOP CAXIAS-RJ 1ª Delegacia: Rodovia, 15509, BR-040 – Jardim Primavera, Duque de Caxias
UOP JAPERI-RJ 1ª Delegacia: em São Pedro, Japeri
UOP São Gonçalo-RJ 2ª Delegacia: BR-101 – Km 308, BR-101 – Itaúna, São Gonçalo
UOP ITAGUAÍ-RJ 3ª Delegacia: Rodovia Rio Santos, 1232 – Vila Ibirapitanga, Itaguaí
UOP Rio de Janeiro (Pavuna) 6ª Delegacia: Rodovia Presidente Dutra, Km 163 – Parque do Juriti

Leia também

às