NOTÍCIAS / MUNDO

Chile: cientistas encontram fóssil de réptil aquático de 160 milhões de anos atrás

Descoberta foi feita no deserto do Atacama. Foto: Mauricio Castro/Reuters

 

Cientistas descobriram no deserto do Atacama, no Chile, restos de predadores que lembram orcas que viviam há cerca de 160 milhões de anos na região. Os pliossauros eram répteis aquáticos, de pescoço curto, cabeça grande e hábitos carnívoros. Esses fósseis são o segundo registro mais antigo da espécie no Hemisfério Sul.

De acordo com os especialistas da Universidade do Chile, o animal tinha uma mordida mais forte do que a do Tyrannosaurus Rex. Foram encontrados mandíbulas, dentes e fragmentos em dois locai da bacia do Rio Loa.

Ainda de acordo com os cientistas responsáveis pela descoberta, a escavação acontece desde 2017. A previsão é de que o fóssil completo tenha até sete metros de comprimento.

Leia também

às