NOTÍCIAS / MUNDO

Homem morre após ingerir composto de cloroquina nos EUA

Substância só pode ser vendida com receita para tratamento de pacientes que têm lupus. Foto: divulgação internet

Nos Estados Unidos, um homem de 60 anos morreu e a esposa, também de 60 anos, foi internada após ingerirem um composto de cloroquina, que não tem o mesmo princípio ativo da substância química relacionada a alguns tratamentos contra a covid-19. A identidade de ambos não foi divulgada.

De acordo com informações da imprensa norte-americana, o casal ingeriu fosfato de cloroquina, um aditivo usado para limpar aquários, diferente do medicamento usado no tratamento da malária.

A automedicação não é recomendada. No Brasil, por exemplo, a cloroquina, como pricípio ativo de fármacos, é usada por pacientes com lúpus. De acordo com a Anvisa, o remédio só pode ser comprado com receita médica.

Leia também

às