NOTÍCIAS / RJ

Com fim de epidemia de dengue, Rio tem atenção voltada para gripe

Serão distribuídas 80 milhões de doses da vacina contra Influenza. Foto: Reprodução

Rio de Janeiro – Após o anúncio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) sobre o fim da epidemia de dengue no Rio, feito nesta sexta-feira (29), a atenção da prefeitura está voltada para a gripe. De acordo com o secretário Daniel Soranz, a influenza é a doença que mais interna e mais mata na cidade. A pasta informou, ainda, que todos os polos de atendimento que estavam sendo usados para a dengue serão direcionados para a vacinação contra a gripe.

“Com o fim da epidemia de dengue, a gente desloca todos os nossos esforços para o cuidado à influenza porque a gripe é a doença que mais interna e mais mata na cidade do Rio. É muito importante que os cariocas se vacinem e se protejam contra a doença em uma das nossas 237 unidades de saúde. A vacina de influenza é de muita qualidade e protege contra quatro tipos de gripe”, disse Soranz.

Até 31 de maio, a vacina estará disponível para grupos prioritários as pessoas de 60 anos ou mais; crianças de seis meses a 5 anos; gestantes; puérperas; profissionais da saúde e educação; povos indígenas e quilombolas; entre outros grupos. As unidades de Atenção Primária abrem de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h. O Dia D de mobilização pela vacina acontecerá em 13 de abril.

Leia também

às