NOTÍCIAS / RJ

Justiça do Rio nega pedido do jogador Marcinho para jogar no exterior

Jogador Marcinho e como ficou seu carro após atropelamento. Foto: Divulgação

Rio de Janeiro – A Justiça do Rio negou um pedido da defesa do jogador de futebol Márcio Almeida de Oliveira, o Marcinho, para que ele deixe o país para jogar no exterior. Segundo o pedido da defesa, a saída seria para dar prosseguimento à carreira do atleta.

O jogador se tornou réu em maio do ano passado por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. O lateral-direito é acusado de atropelar e matar em dezembro de 2020, o casal de professores Maria Cristina José Soares e Alexandre Silva de Lima que atravessavam a Avenida Sernambetiba. Eles foram atingidos pelo carro de Marcinho, que fugiu do local sem prestar socorro.

Leia também

às