NOTÍCIAS / RJ

UFRJ poderá paralisar atividades

UFRJ poderá fechar até o final do segundo semestre. Foto: divulgação

Rio de Janeiro – A maior universidade federal do país, a UFRJ está ameaçada e poderá fechar até o final do segundo semestre de 2019.

A reitora da universidade, Denise Pires de Carvalho, anunciou nesta segunda-feira (09) que o corte de 44% na verba anual de custeio irá afetar o funcionamento dos hospitais universitários e comprometer inclusive as aulas. Ela afirmou que se a situação não for revista, a UFRJ ficará sem limpeza ainda essa semana.

Em nota, o MEC afirmou que a UFRJ recebeu no dia 02 de setembro, última segunda-feira, mais R$ 22,4 milhões em limite de empenho. “De janeiro até 02/09, foram liberados R$ 209,6 milhões em limite, dos quais foram empenhados R$ 183,7 milhões, restando ainda à UFRJ R$25,9 milhões em orçamento disponível. As organizações públicas em um contexto de restrições devem adaptar a capacidade de seus recursos de acordo com a demanda, nos termos da Lei de Responsabilidade Fiscal”.

Leia também

às