Imprima esse post .
CANTARES 6.1-4

Para onde foi o teu amado, ó mais formosa entre as mulheres?

Que rumo tomou o teu amado, para que o busquemos contigo?

O meu amado desceu ao seu jardim,

aos canteiros da especiaria,

para se apascentar nos jardins e para colher os lírios.

Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu;

ele se apascenta entre os lírios.

Formosa és, amada minha, como Tirza,

aprazível como Jerusalém,

formidável como um exército com bandeiras.


Veja Mais:

16 / 10 / 2018 - A SORTE DO AMOR QUE EU TIVE

11 / 10 / 2018 - REFLEXO

10 / 10 / 2018 - CANTARES 6.1-4

09 / 10 / 2018 - SOU EU

04 / 10 / 2018 - AMAR É MUDAR A ALMA DE CASA

03 / 10 / 2018 - INDISCRETO MUNDO

02 / 10 / 2018 - SEMEAR AMOR

31 / 10 / 2017 - Quero amar você

30 / 10 / 2017 - Como eu vejo o amor?

26 / 10 / 2017 - Parabéns para o amor

Deixe seu comentário





(*)campos obrigatórios.

Publicidade Externa Google