NOTÍCIAS / RJ

Prefeitura tomba provisoriamente camelódromo da Rocinha

Mercado popular na Comunidade da Rocinha. Foto: Reprodução

Rio de Janeiro – A Prefeitura decidiu tombar provisoriamente o camelódromo da Rocinha, na Zona Sul. De acordo com a pasta, será aberto um estudo no Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH), para analisar o tombamento provisório. Com o decreto publicado nesta quarta-feira (8) no Diário Oficial (D.O.), o prefeito Marcelo Crivella voltou atrás da decisão de demolir o mercado popular.

No dia 20 de maio deste ano, sete de 40 lojas foram derrubadas do local. Na época, a prefeitura alegou que a remoção dos espaços iria permitir acesso para a passagem de ambulâncias no terreno da Igreja Universal do Reino de Deus, onde está instalado um tomógrafo da Prefeitura. Um dia antes, microempreendedores fizeram uma manifestação.

Em nota, a Prefeitura informou que o tombamento “atende a um pedido da comunidade nordestina que vive na região, além de levar em conta a relevância arquitetônica e urbanística do conjunto, desenvolvido pelo arquiteto Rodrigo Azevedo, inspirado no Mercado Ver-o-Peso, em Belém (PA), e o reconhecimento internacional do projeto, em 2005, ao fazer parte de uma exposição de arquitetura em Paris, na França”.

Leia também

Saque emergencial do FGTS para nascidos em junho começa nesta segunda

Cerca de R$ 3 bilhões serão depositados.

às